BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

quarta-feira, 17 de junho de 2009

[Versos Teimosos]

Escrevi em milhões de fragmentos de papel, em cadernetas, em post its, enfim, lembretes, frases, sensações ao travesseiro e ao som de determinadas canções. E fui relutante a escrever por aqui, tornando público meus maus agouros e minhas pseudo poesias, contos, desabafos.
Tanta coisa aconteceu, bombas atômicas explodiram minha vida. Mas tudo me fez racionalizar, adequar e pedir pra ir embora desse corpo, desse mundo, fôra inevitável...=(
E repensei de forma crua, como se a venda fosse arrancada junto com minhas pálpebras, mas pude enxergar, finalmente.
Que a existência é marcada por 'faltas de'.
Há de se aprender a viver sem mãos,
Braços, pernas, filhos, sonhos famintos.
Há de conviver com amores frustrados,
Com marasmo, indignação.
Viver é APRENDER A LIDAR COM AS FALTAS.
Detesto aqueles conformistas otimistas, que dizem que é assim mesmo, e que você deve sorrir e manter a cabeça erguida, feito soldado forte.
Eu quero o direito de ser fraca.
De poder ainda dizer que tudo isso não só me incomoda, como me faz ser infeliz de verdade. Que comoções gerais já não me sensibilizam, que palavras tornaram-se nada além de palavras.
E eu vou assim...Temendo contemplar rosas pelos ferimentos causados por alguns espinhos.
Na descrença do amanhã promissor.
Na falência dos sentidos reais.
Perder não é uma condição...É FATO!




'prever serviu pra eu me enganar.'